Guia de boas práticas: como solicitar a localização do usuário do seu app?

Você possui um aplicativo? E quer conhecer melhor seu usuário? Pesquisou e descobriu que a geolocalização é o assunto do momento em termos de segmentação? Mas ainda não sabe ao certo como otimizar essa solicitação?

Sim, esse guia é para você.

Não é à toa que a “geolocalização” está em alta – como você pode ver aqui e aqui – e é o assunto do momento em diversos congressos mundo afora. Já existem inúmeras ferramentas para conhecer os hábitos e o perfil do seu usuário no mundo digital. Porém, o conjunto da jornada offline, os lugares onde costuma ir e seu perfil de consumo fora do e-commerce ainda era um ponto de interrogação para o mercado. Quando unimos a geolocalização à essa necessidade, passamos a utilizar essa rotina como perfil de consumo e segmentação, se aproximando cada vez mais desse consumidor.

E como é possível otimizar essa permissão? Fazer com que seja um benefício visível para seu usuário e que cada vez mais as pessoas liberem o acesso para os aplicativos?

Há sim uma preocupação com a segurança e privacidade, mas mesmo assim podemos contornar essa situação e oferecer uma experiência que justifique o acesso.

Reunimos algumas dicas para ajudar a aumentar a taxa de permissão de acesso à localização do usuário:

  • Ofereça algo em troca

    Antes de qualquer coisa, se coloque no lugar dele. Por que você iria permitir que o aplicativo tivesse acesso ao GPS sem ganhar nada em troca? Pois é. A partir do momento que ele sente que está recebendo algum benefício por liberar o acesso, já temos um passo dado em direção ao sucesso. E qual seria esse benefício? Dependendo da categoria do aplicativo, podemos indicar algumas formas de entrega de conteúdo relevantes:

    – aplicativos de notícias podem sugerir que a experiência do usuário será melhorada a partir do momento que irá receber, primeiramente, as novidades da região onde ele se encontra;

    – um e-commerce pode informar que irá fazer somente ofertas altamente segmentadas e relevantes (pois terá em mãos dados não somente do perfil online, mas também do offline). Exemplo: uma mulher com perfil esportivo que acabou de sair do parque no domingo de manhã, onde esteve correndo pela última hora, pode receber uma oferta de tênis, roupa de corrida, produtos de beleza para outdoor que contenham protetor solar ou packs de isotônicos, etc.;

    – aplicativos de descontos em restaurantes podem sugerir que irão fazer ofertas muito mais assertivas e acessíveis se souberem em qual região a pessoa se encontra, resultando em uma significante economia no final da refeição;

    – aplicativos de fidelização podem sugerir que o usuário será lembrado do benefício sempre que ingressar em algum comércio que seja parceiro;

    – salas de bate-papo podem sugerir uma otimização nas buscas por pessoas próximas nas salas que tenham esse propósito;

    – aplicativos de futebol podem sugerir entregar conteúdos e ofertas relevantes sobre jogos e notícias de acordo com o time do coração e a região em que a pessoa se encontra. Exemplo: um palmeirense está passeando aos arredores do estádio do seu time e uma loja próxima a ele está com uma promoção de queima de estoque das camisetas oficiais. Logo, ele é notificado através do aplicativo e efetua a compra para garantir a economia.

  • A experiência do usuário deve ser realmente levada a sério

    Nunca, nunca, nunca, mas nunca MESMO, prejudique a experiência do usuário com a solicitação. Saiba a hora certa de enviar a mensagem, aumentando a taxa de resposta afirmativa.
    Uma das formas de fazer isso é solicitar a permissão no momento em que o usuário está fazendo o login e inserindo seus dados, e não imediatamente após o download e instalação. Deixe seu usuário se familiarizar com o aplicativo antes de solicitar.
  • Explique porque o aplicativo precisa da localização

“Em algumas circunstâncias, pode ser necessário ajudar o usuário a entender por que seu aplicativo precisa de uma permissão. Por exemplo, se um usuário iniciar um aplicativo de fotografia, ele provavelmente não se surpreenderia se o aplicativo solicitasse permissão para usar a câmera, mas talvez não entenda por que o aplicativo deseja acessar a localização ou os contatos do usuário. Antes de solicitar uma permissão, considere fornecer uma explicação para o usuário. Lembre-se de não sobrecarregar o usuário com explicações; se você fornecer explicações demais, o usuário poderá achar o aplicativo frustrante e removê-lo.
Uma possível abordagem é fornecer uma explicação apenas se o usuário já tiver negado uma solicitação de permissão. Se um usuário continua tentando usar um recurso que precisa de uma permissão, mas recusa essa solicitação de permissão, isso provavelmente indica que o usuário não entende por que o aplicativo precisa dessa permissão para utilizar o recurso em questão. Em uma situação como essa, é recomendável fornecer uma explicação”. (Fonte: Google)

iPhone-67
iOS

 

Android
Android
  • A geolocalização é realmente importante para o seu aplicativo? 

    Faça esse tipo de solicitação somente se a captura da localização do seu usuário for relevante para você, para suas estratégias comerciais ou de marketing. Lembre-se também de não prejudicar o usuário caso ele negue o acesso. Exemplo: aquele mesmo aplicativo de descontos em restaurantes teve seu pedido negado, mas o usuário pode consultar os estabelecimentos através da busca ou direto no mapa. Ele não será prejudicado nesse caso e é isso que importa para ele.

Em resumo, faça da solicitação um momento agradável para o seu usuário (ou pelo menos um momento neutro), mas nunca deixe que esse pedido se torne um incômodo ou uma sensação de dúvida ou invasão de privacidade.

O importante é colocar a experiência do usuário como o centro das atenções, mostrando a ele os benefícios que a geolocalização pode oferecer se ele permitir o acesso, mas sem prejudicá-lo caso isso não aconteça.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s